segunda-feira, 4 de julho de 2011

“A realidade não importa, o que importa é a ilusão.”



Foi o que Caio Fernando Abreu tatuou na página dezoito do livro que demorou algo entre dez e treze anos pra nascer, não me lembro ao certo, mas isso não tem importância.
O que é certo é o fato de que nessa questão do que é realmente importa nós nos perdemos. Mas isso também não importa, não é? O que importa é o que te faz sorrir e persistir em um caminho que lhe deu na cara tantas vezes. Não importa a força do tapa, a grosseria do destino e a falta de gentileza da vida, você só vai se recordar da bondade de Deus ao lhe oferecer uma nova chance.
Deus é para nós o que nós somos para nossos animais de estimação. Não sabemos quando iremos apanhar ou receber carinho, mas voltamos por um único motivo: fome, temos fome de vida e Deus é o dono da loja de ração.

(Stella Pessoa)

4 comentários:

  1. Caixote de Pandora4 de julho de 2011 11:54

    PESSOA,

    Muito mais que pessoa,"O ser humano",
    "um ser humano" que amo demais da conta.
    Obrigada pelas belas palavras,mais uma vez.
    Bitoca na alma ;)

    ResponderExcluir
  2. Edson,
    Sente-se no Caixote pra espiar a paisagem de letrinhas sempre que quiser.Sinta-se em casa.

    Pessoa é de encher a alma realmente.
    Saudades dessa criatura.

    ResponderExcluir

Encaixote suas ideias com cuidado!O feitiço pode virar contra o feiticeiro...